Francisco Lopes dos Santos

FLS foto

Os artigos

Francisco Antonino Lopes dos Santos, nascido em 1951, em Lisboa, é casado e pai de 4 filhos. Está reformado da actividade de gestor e aposentado da actividade de Professor do ISEG – Lisbon School of Economics, Universidade de Lisboa, ambas as actividades desenvolvidas em Portugal. Em 2013 iniciou uma actividade profissional de formação e consultadoria em Angola.

É licenciado em Organização e Gestão de Empresas pelo ISEG e tem o MBA da Universidade Nova de Lisboa em associação com a Wharthon School University (1982-1983), sendo ainda Mestre em Gestão pela Universidade Nova de Lisboa (1986), com a classificação de Muito Bom.

É Revisor Oficial de Contas desde 1986, inscrito com o nº 743 na OROC e ainda Técnico Oficial de Contas inscrito na OTOC. Foi também Auditor do Prémio de Excelência, também em Portugal, durante alguns anos.

A sua actividade profissional inicia-se ainda antes da licenciatura, que frequentou em regime nocturno, tendo exercido durante 3 anos a actividade de copywriter na BASE TELE_PUBLICIDADE onde concebeu vários anúncios entre os quais “TORRES EUROPA”, ao qual foi concedido o prémio PUBLITURIS, em 1973. Após a licenciatura, foi gestor de uma farmácia, até ter sido selecionado pelo Grupo Shell para exercer a profissão de controller e director financeiro da associada TEMANA CONSUMER PRODUCTS, em 1983, tendo usufruído de uma autorização excepcional para manter a actividade acadé­mica, que passou a ser exercida na forma de Professor convidado.

Em 1986, decide aceitar o convite para dirigir o CIFAG – Centro de Formação do IPE, formando equipa com João Carvalho das Neves e José Azevedo Rodrigues e mantendo a actividade académica. No seio da actividade do CIFAG inicia a sua acção em projectos internacionais de formação, de colunista em jornais e revistas de referência – Expresso, Exame, Executive Digest e Marketeer, entre outras – e de autor de vários livros cujos principais títulos foram “Estratégia e Competitividade”, “Excelência Estratégica – Métodos para a Mudança”, “Visão Estratégica para o Futuro”, “Quarta Vaga” (co-autor com Jorge Nascimento Rodrigues), “Estratégia para PME” e mais recentemente “Estratégia passo-a-passo”. Merece especial referência a coluna “PARADOXOS” que durante mais de 5 anos ocupou as páginas do suplemento de Economia do Expresso e se tornou bem conhecida por gestores e quadros. Em Angola, já publicou mais de uma dezena de artigos no suplemento Tecnologia & Gestão do Jornal de Angola.

A nível de projecto internacionais de formação criou programas em aliança com o HEC de Jouy-en-Josas – Paris, onde lecionou esporadicamente e o programa global “Excelência Estratégica” que decorria em Paris, San Francisco (Bay Area – Silicon Valley), no Japão e na Coreia do Sul, no qual os participantes eram recebidos por empresas de referência e com elas partilhavam vias de sucesso e de excelência. Estes programas tiveram várias edições anuais e permaneceram até 1994, permitindo contactos que habilitaram a intervenções de formação em San Francisco e Seoul.

Neste período estabeleceu uma duradoura parceria com Jorge Nascimento Rodrigues que permitiu vários contactos pessoais com autores de referência na área da Gestão e da Estratégia, como Peter Drucker, Michael Hammer e outros.

Durante os anos 90 e no início do século foi agraciado com três reconheci­mentos relevantes: foi selecionado para o grupo de 16 individualidades destacadas na obra “Mestres Portugueses da Gestão”; foi destacado como responsável pela concepção e realização do Plano de Formação dos quadros portugueses para a 1ª Presidência Portuguesa da União Europeia, que correu muito bem; foi convidado a escrever algumas páginas para o livro sobre a obra de Peter Drucker, lançado imediatamente após a sua morte.

Em 1996 é nomeado um dos 5 Comissários Portugueses para ao ano europeu de aprendizagem ao longo da vida e, em 2002, integra o grupo de consultores da Presidência do Conselho de Ministros para assessorar o programa PROINOV.

Em 1992, com a extinção do CIFAG, desenvolve a empresa AGESFAL MANAGEMENT INSTITUTE que continua a executar os programas nacionais e internacionais de formação em conjunto com uma acção de consultoria em Controlo de Gestão, Estratégia e implementação de Sistemas de Qualidade. Destacam-se empresas como a CIMPOR, a TAP, a Portugal TELECOM, a EDP, a Meneses & MacFadden, a PINTO & BENTES etc.

Durante o período de 1997 a 2003, foi contratado para intervir nos Programas Avançados de Gestão da Fundação Dom Cabral, de Belo Horizonte, Brasil, com duas intervenções semanais por ano, em programas em regime residencial.

Integrou, como coordenador e formador, planos plurianuais de formação de quadros das maiores empresas portuguesas. Foi, também, coordenador do MBA da PRIMAVERA Business Software Systems.

Em Angola, integra a equipa da EDUQ e lançou a Pangeia Business School, da qual é coordenador responsável e concebeu e executa os seminários “MANAGEMENT SEMINAR”, “O MODELO INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE”, “CASH FLOW, AUTOFINANCIAMENTO E TESOURARIA”, “RISCO, SCORING E RATING”, “O CONTROLO DE GESTÃO: AVALIAÇÃO, RESPONSABILIDADE E PERFORMANCE” E “SISTEMAS DE REPORTING E O TABLEAU DE BORD”.

Coordena as acções de “Empreendedorismo e Plano de Negócios” e “Gestão de Marketing e Comunicação” e tem em preparação vários seminários nas várias áreas de gestão, com a animação de professores internacionais além de programas de formação que decorrerão no estrangeiro em regime de imersão e em aliança com Universidades de renome muito semelhantes, na sua génese internacional e global, aos programas que, no passado, desenvolveu no CIFAG e na AGESFAL, mantendo a visão que “Se a competitividade é Global, a formação não pode ser apenas Local!”

Dá apoio à implementação de sistemas de controlo de gestão e reporting a algumas empresas angolanas de considerável dimensão.

Está determinado em viver em Angola e dedicar-se a transferir a experiência e os conhecimentos, pessoais e da sua rede de contactos, aos empresários, gestores e quadros angolanos.

8 comments on “Francisco Lopes dos Santos
  1. Pingback: Blog da Pangeia | A Estratégia e a Profissão de Gestor

  2. Pingback: Blog da Pangeia | A força central dos negócios

  3. Pingback: Blog da Pangeia | Alguns princípios da gestão

  4. Pingback: Blog da Pangeia | Estratégias Genéricas

  5. Pingback: Blog da Pangeia | O Gestor e a Visão Estratégica

  6. Pingback: Blog da Pangeia | Planear é liderar

  7. Pingback: Blog da Pangeia | Cabe ao Gestor definir a Política de Preços

  8. Pingback: Blog da Pangeia | Gestão do Sucesso

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>